COMUNICADO À IMPRENSA

Carlos Végh, novo economista-chefe do Banco Mundial para a América Latina e o Caribe

12 de Janeiro de 2017


WASHINGTON, 12 de janeiro de 2017 – Carlos Végh é o novo economista-chefe do Banco Mundial para a América Latina e o Caribe. Végh, de nacionalidade uruguaia, supervisionará uma equipe de economistas encarregada de proporcionar liderança intelectual, análise econômica e assessoria sobre as questões de desenvolvimento enfrentadas pela Região da América Latina e do Caribe (ALC).

"É uma grande honra assumir este cargo e somar meu aporte à liderança intelectual de meus antecessores", afirmou Végh. "Apesar do significativo avanço econômico e social nos últimos anos, a região provavelmente enfrentará tempos difíceis no futuro próximo. No longo prazo, a ALC precisará consolidar os ganhos passados e buscar novos avanços em uma ampla gama de áreas. Espero poder contribuir para esse processo."

Végh, que assumirá o posto no dia 1º de fevereiro, é atualmente  professor da cadeira Fred H. Sanderson de Economia Internacional na Escola de Estudos Avançados Internacionais Johns Hopkins (SAIS) e Pesquisador Associado no Escritório Nacional de Pesquisa Econômica dos Estados Unidos (NBER). Anteriormente, foi professor de economia e vice-presidente de Estudos de Graduação da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), e antes disso presidente do Programa de Estudos Comparativos e Tópicos do Centro Latino-Americano da UCLA.

Végh substitui o equatoriano Augusto de la Torre, que foi economista-chefe para a ALC desde setembro de 2008 e se aposentou no final do ano passado.

As pesquisas de Végh sobre política monetária e fiscal em países emergentes e em desenvolvimento são de grande influência e são apresentadas com regularidade na imprensa financeira internacional. Carlos Végh contribuiu para vários relatórios do Banco Mundial, como o relatório Perspectivas Econômicas Globais.

Carlos Végh também foi pesquisador visitante no Banco Central do Chile, no Banco da República da Colômbia e no Banco do México. Durante as décadas de 1980 e 1990, ocupou vários cargos de pesquisa no Fundo Monetário Internacional e no Banco Interamericano de Desenvolvimento, em Washington D.C.

Atualmente, trabalha como editor-chefe da revista Economía, uma publicação da Associação Econômica Latino-Americana e Caribenha. Carlos Végh já ocupou outros postos editoriais em periódicos especializados como IMF Economic Review, Journal of Development Economics e Journal of International Economics, entre outros.

É Doutor em Economia pela Universidade de Chicago e Bacharel em Economia pela American University, em Washington D.C., e pela Universidade da República, no Uruguai.

---

Saiba mais sobre o trabalho do Banco Mundial na América Latina e no Caribe: www.worldbank.org/lac

Visite-nos no Facebook: http://www.facebook.com/worldbank

Atualize-se via Twitter: http://www.twitter.com/BancoMundialLAC

Assista o nosso canal no YouTube: http://www.youtube.com/BancoMundialLAC  

Contatos com a mídia:
Em Washington, DC
Mauro Azeredo
tel : +1(202) 458-0359
mazeredo@worldbank.org
Em Washington, DC
Marcela Sánchez-Bender
tel : +1(202) 473-5863
msanchezbender@worldbank.org

COMUNICADO À IMPRENSA Nº
2017/144/LAC

Api
Api