Learn how the World Bank Group is helping countries with COVID-19 (coronavirus). Find Out

COMUNICADO À IMPRENSA

Moçambique Recebe Apoio do Banco Mundial para Impulsionar Acesso à Energia

4 de Fevereiro de 2010




WASHINGTON D.C., 4 de Fevereiro de 2010 – O Conselho dos Directores Executivos do Banco aprovou hoje um credito[1] da Associação para o Desenvolvimento Internacional (IDA) equivalente a US$80 milhões de dólares para o apoio à implementação do Projecto do Governo sobre Desenvolvimento e Acesso à Energia.
 
O objectivo geral do projecto é o de aumentar o acesso à electricidade e serviços modernos de energia nas zonas peri-urbanas e rurais de uma maneira sustentável e acessível. O Projecto apoiará o Governo de Moçambique a: (a) aumentar o acesso baseado na rede nacional de transmissão e melhorar a confiança do fornecimento de serviços de electricidade nas zonas peri-urbanas; (b) aumentar o acesso à electricidade e serviços modernos de energia de fora da rede nacional nas zonas rurais não abrangidas através de recursos e tecnologias de energia convencionais e renováveis; (c) influenciar a mobilização do financiamento de doadores multilaterais e bilaterais para melhorar o acesso a serviços modernos de energia baseado na rede nacional de transmissão através do reforço da existente rede de electricidade primária e a extensão da rede para áreas não abrangidas; (d) melhorar o desempenho geral das principais instituições do sector e a sua capacidade para expandir a electrificação e mobilizar novos financiamentos de investimento do sector privado e doadores através da prestação do apoio para o fortalecimento institucional e desenvolvimento de capacidades; e, (e) apoiar a preparação de uma estratégia nacional de electrificação rural e programa de investimento.
 
“É gratificante notar que este novo financiamento do Banco Mundial procurará resultados concretos e tangíveis para os moçambicanos ao elevar as ligações eléctricas nas zonas peri-urbanas e rurais, e ao promover recursos e tecnologias de energia rurais e renováveis, entre outras iniciativas. Estes são desafios importantes identificados há muito tempo e para os quais o Banco demonstrou compromisso e apoio a longo prazo.”Disse Luiz Pereira da Silva, Director do Banco Mundial para Angola, Malawi, Moçambique, Zâmbia e Zimbabué.
 
Este projecto é consistente com a nova estratégia do Governo de Moçambique para o sector da energia, assim como o plano de acção para a redução da pobreza do Governo (PARPA II), e funda-se em outros projectos do Banco Mundial, incluindo o actual Projecto de Reforma do Acesso à Energia e o Projecto de Interligação entre Moçambique e Malawi; assim como o Projecto Regional de Interligação da Transmissão em elaboração que proporcionará capacidade de transmissão para transportar a energia gerada à luz dos ‘mega-projetos’ actualmente  em desenvolvimento e consideração em Moçambique (i.e., Mphanda Nkuwa; Cahora Bassa Norte, Lurio, Moatize, Benga, etc.).
 
“Este novo projecto aprovado hoje apoiará directamente os actuais esforços do Governo para a electrificação rural e peri-urbana, um factor chave na atracção de investimentos para os distritos, criação do emprego, expansão da provisão de serviços de saúde e acesso à educação, e assim contribuindo para reduzir a pobreza”. Disse Boris Utria, líder da equipa de trabalho do projecto pelo Banco Mundial.
 
Este projecto é uma componente da Estratégia do Banco Mundial de Parceira para Moçambique.

[1] O crédito é atribuído nos termos da Associação para o Desenvolvimento Internacional, com uma taxa de compromisso de 0,5 porcento, uma taxa de serviços de 0,75 porcento, e uma maturidade de 40 anos que inclui um período de graça de 10 anos.

Contatos com a mídia:
Responável do Projecto Maputo
Boris E. Utria
tel : +258-2148-2300
butria@worldbank.org
Rafael Saute
tel : + 258 21 48 29 44
rsaute@worldbank.org

COMUNICADO À IMPRENSA Nº
2010/255/AFR

Api
Api