COMUNICADO À IMPRENSA 20 de Setembro de 2018

Banco Mundial Aprova USD $45 Milhões para Fortalecer Áreas de Conservação de Moçambique e Aumentar Resiliência Rural

WASHINGTON, 20 de setembro de 2018 - A Direção Executiva do Grupo Banco Mundial aprovou hoje uma doação da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA)* no valor total de USD $45 milhões equivalentes para apoiar a segunda fase do Projeto de Áreas de Conservação para Biodiversidade e Desenvolvimento do Governo de Moçambique, conhecido sob a sigla Mozbio (Fase 2).

O Programa MozBio 2 visa contribuir para melhorar a subsistência das comunidades locais que vivem em torno das Áreas de Conservação (AC) e apoiar a preservação da vida selvagem, biodiversidade e ecossistemas de Moçambique. Estima-se que quase 10 mil famílias (cerca de 50 mil pessoas) possam ser beneficiadas diretamente do projeto, aumentando a sua renda, a disponibilidade do emprego e fortalecendo a capacidade de cadeias de valor que dependem de recursos naturais, como turismo, agricultura de conservação, uso sustentável da vida selvagem e produtos florestais não madeireiros.

“A gestão sustentável de recursos é fundamental para reduzir a pobreza e promover a prosperidade partilhada. É por isso que temos orgulho de reafirmar o nosso compromisso com o MozBio 2. O programa é uma oportunidade para fortalecer as Áreas de Conservação de Moçambique e transformar os meios de subsistência das comunidades rurais,” disse Mark Lundell, Diretor do Banco Mundial para Moçambique, Madagáscar, Ilhas Maurícias, Seicheles e Comores.

O Mozbio 2 contribuirá para a proteção de cerca de 1 milhão de hectares entre as três AC diferentes. Isto incluirá habitats únicos, tais como a maior zona húmida e local de Ramsar em Moçambique na Reserva de Marromeu; uma das poucas florestas Afromontanas remanescentes em África em Chimanimani; e o centro de endemismo de África na Reserva Especial de Maputo.O projeto também mitigará as mudanças climáticas protegendo os habitats ricos em carbono, abordando as causas do desmatamento (como a agricultura de corte e queima) e melhorando a gestão das AC. No total, o projeto evitará emissões do equivalente a 11 milhões de toneladas de CO2 ao longo de um período de 20 anos.

“O MozBio 2 centra-se na melhoria dos meios de subsistência das comunidades rurais como uma estratégia para reduzir a pressão sobre as áreas protegidas e os seus recursos naturais. Esta operação faz parte de um programa maior e Integrado de Gestão da Paisagem, e baseia-se nas suas instituições e conhecimento, incluindo o sistema de matching grants (subsídios) para promover negócios sustentáveis,”   disse André Aquino, Especialista Sênior em Gestão de Recursos Naturais do Banco Mundial.

O capital natural substancial de Moçambique inclui 36 milhões de hectares de terra arável e 32 milhões de hectares de florestas naturais (principalmente florestas secas de miombo, mas também grandes áreas de mangal). Sua costa de 2.700 km, a quarta mais longa da África, abriga alguns dos recifes de corais mais espetaculares do mundo. Apesar desta rica biodiversidade, as taxas de pobreza são extremamente altas em toda a população que vive dentro e ao redor das AC e Moçambique é um dos países mais pobres do mundo.

*A Associação Internacional de Desenvolvimento do Banco Mundial (IDA), criada em 1960, ajuda os países mais pobres do mundo fornecendo subsídios e empréstimos com juros baixos a zero para projetos e programas que impulsionam o crescimento econômico, reduzem a pobreza e melhoram a vida das pessoas pobres. A IDA é uma das maiores fontes de assistência para os 75 países mais pobres do mundo, 39 dos quais estão na África. Recursos do IDA trazem mudanças positivas para 1,5 bilhão de pessoas que vivem nos países da AID. Desde 1960, a IDA tem apoiado o trabalho de desenvolvimento em 113 países. Os compromissos anuais atingiram em média US $ 18 bilhões nos últimos três anos, com cerca de 54% indo para a África.

 


COMUNICADO À IMPRENSA Nº 2019/014/AFR

Contactos

Maputo
Rafael Saute
(+258) 21482300
rsaute@worldbank.org
Washington
Emanuella Maria Fernandes
+1 (202) 230-1929
emanuella@worldbank.org
Api
Api