Learn how the World Bank Group is helping countries with COVID-19 (coronavirus). Find Out

COMUNICADO À IMPRENSA 29 de Junho de 2018

Moçambique Obtém $ 55 Milhões para Irrigação e Maior Acesso a Mercados para Pequenos Agricultores

WASHINGTON, 29 de junho de 2018 - O Banco Mundial aprovou hoje uma doação financeira da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA)* no valor total equivalente a USD $55 milhões em apoio ao Projeto de Agricultura Irrigada e Acesso a Mercados para Pequenos Produtores do Governo de Moçambique, o qual visa melhorar os meios de subsistência rurais através do aumento da produtividade, produção e acesso a mercados.

Os níveis de produtividade agrícola de Moçambique são inferiores à média dos países comparáveis ​​na África Austral e apenas cerca de 2,5% da terra cultivada do país é irrigada. Este projeto visa especificamente quatro províncias de Manica, Nampula, Sofala e Zambézia; todos dotados de grande potencial agrícola, incluindo disponibilidade de água, e altos níveis de pobreza. O projeto espera beneficiar diretamente 9 mil pequenos agricultores de famílias pobres.

“Temos expandido nossos investimentos em agricultura e setores relacionados nos últimos anos em Moçambique. Acredito que este novo investimento e tantos outros em curso, tais como os que visam melhorar infraestruturas rurais, gestão da paisagem, entre outros, acabarão resultando em uma economia mais inclusiva, ampla e sustentável,” disse Mark Lundell, Diretor do Banco Mundial para Moçambique, Madagáscar, Maurício, Seychelles e Comores.

Este projeto irá melhorar a produtividade, a produção, a intensidade das culturas e o acesso a mercados para 9.000 agricultores que operam em uma área total de 6.000 hectares de terra irrigada; dos quais 3.000 hectares são áreas novas. Além disso, “o projeto investirá na capacitação de agricultores em melhores práticas agrícolas, tecnologias, insumos e marketing, alfabetização funcional, nutrição e gerenciamento de infraestrutura de irrigação para garantir a sustentabilidade dos investimentos a longo prazo”, disse Aniceto Bila, Especialista Sênior em Agricultura para o Banco Mundial. O projeto também incluirá capacitação para funcionários do governo e programas de desenvolvimento de habilidades para provedores de serviços, incluindo ONGs envolvidas na provisão de serviços agrícolas.

Esta operação é consistente com os objetivos gêmeos do Grupo Banco Mundial de acabar com a pobreza extrema e impulsionar a prosperidade compartilhada através do acesso à infraestrutura e serviços. O projeto está em consonância com o Quadro de Parcerias entre o Banco Mundial e Moçambique 2017-2021 e apoia as prioridades do governo, conforme estabelecidas no seu Plano Quinquenal.

* A Associação Internacional de Desenvolvimento do Banco Mundial (IDA), criada em 1960, ajuda os países mais pobres do mundo fornecendo subsídios e empréstimos com juros baixos a zero para projetos e programas que impulsionam o crescimento econômico, reduzem a pobreza e melhoram a vida das pessoas pobres. A IDA é uma das maiores fontes de assistência para os 75 países mais pobres do mundo, 39 dos quais estão na África. Recursos do IDA trazem mudanças positivas para 1,5 bilhão de pessoas que vivem nos países da IDA. Desde 1960, a IDA tem apoiado o trabalho de desenvolvimento em 113 países. Os compromissos anuais atingiram em média US $ 18 bilhões nos últimos três anos, com cerca de 54% indo para a África.


COMUNICADO À IMPRENSA Nº 2018/157/AFR

Contactos

Maputo
Rafael Saute
(+258) 21482300
rsaute@worldbank.org
Washington
Ekaterina Svirina
+1 202 458-1042
esvirina@worldbank.org
Api
Api