REPORTAGEM 16 de maio de 2018

A Resposta de África aos Desafios do Clima e do Tempo: O Programa de Hidrometeorologia de África

Image

Photo: Zirra Banu/World Bank


DESTAQUES DO ARTIGO

  • Embora África seja apenas responsável por 4% das emissões mundiais de gases com efeito de estufa, o continente é muito vulnerável aos impactos das alterações climáticas e catástrofes naturais.
  • Se bem que os desastres naturais sejam difíceis de antever, os serviços de hidrometeorologia podem ajudar a prever os desastres iminentes e a preparar para os riscos.
  • Para responder a este desafio, o Programa de Hidrometeorologia de África – Programa Hydromet de África está pronto para fornecer serviços de informações fiáveis, modernos e em tempo real sobre meteorologia, hidrologia e clima a todos em África, apoiando as comunidades e países a alcançarem os seus objectivos de resiliência climática e desenvolvimento económico.

ADDIS ABEBA, 16 de Maio de 2018— Tesfaye, um produtor de cereais e leguminosass na Etiópia rural, faz uma pausa na condução do seu rebanho para observar o céu em Chanco, a norte da capital etíope. O tempo é essencial para a sua subsistência e nem sempre é fiável.

“Este ano, o tempo esteve bom mas, no ano passado, houve pouca chuva para cultivar milho, cevada e lentilhas na minha quinta”, disse. “Vai ser muito útil saber antecipadamente da aproximação de tempestades perigosas para poder planear a plantação e a colheita”.  

Muitos agricultores, como Tesfaye, podiam beneficiar de informações meteorológicas, hidrológicas e climáticas fiáveis, colectivamente designadas por serviços hidrometeorológicos. Estes serviços são essenciais para modos de vida tais como a agricultura, aviação, turismo e para as pessoas e famílias, em particular para as comunidades agrícolas rurais de pequena escala, para se conseguir um desenvolvimento resiliente ao clima em África. O Programa de Hidrometeorologia de África dá directamente resposta à necessidade desses serviços e apoia governos, comunidades e o sector privado nos seus esforços de desenvolvimento.


MULTIMÍDIA

Image
click
VÍDEO 15 de maio de 2018

What is Hydromet?



Por quê Investir em Hidrometeorologia (Hydromet)?

Hydromet, uma combinação de hidrologia e meteorologia, oferece, em tempo real, actualizações  meteorológicas, hidrológicas e climáticas, alertas precoces e antevisões climáticas que podem ajudar as comunidades a preverem e a prepararem-se para desastres iminentes e a precaverem-se contra riscos de desastres. Os serviços Hydromet também fornecem os dados necessários para as previsões meteorológicas e oferecem serviços adicionais relacionados com o clima e a meteorologia. Todas as pessoas, desde estudantes a agricultores, e até mesmo indústrias inteiras, incluindo a aviação e a energia, beneficiam dos serviços Hydromet.

Os Serviços de Hidrometeorologia (Hydromet) constituem a base para melhores serviços meteorológicos e climáticos para todas as áreas que impulsionam a economia. Por exemplo, na aviação, a previsão meteorológica precoce contribui com informações vitais de que os pilotos precisam. Os serviços

Hydromet também facultam aos meteorologistas, hidrólogos e peritos em gestão de risco de desastres, os dados necessários para prever, planear e estar preparado para desastres para que as pessoas, em todos os lugares, estejam mais seguras, mais precavidas e resilientes. Para África, o desenvolvimento de serviços de hidrometeorologia é especialmente essencial, uma vez que a capacidade é reduzida e são necessários esforços concertados para responder ao desafio global de gerir os desastres e os riscos climáticos. Serviços Hydromet aperfeiçoados podem salvar países africanos de danos e prejuízos evitáveis, assegurando que os investimentos passados e correntes em infra-estruturas, educação e desenvolvimento não desapareçam com os desastres. Os serviços Hydromet podem também quebrar o ciclo vicioso de danos e recuperação, a fim de que os investimentos em desenvolvimento e os meios de subsistência sejam sustentáveis.

Investir em Serviços de Hidrometeorologia é a Resposta para se Alcançar um Desenvolvimento Resiliente em África

O Programa Hydromet de África está a responder a esta prioridade de desenvolvimento ao prestar apoio a países, incluindo a República Democrática do Congo (projecto de Reforço dos Serviços Hidrometeorológicos e Climáticos ); Mali, (Projecto de Modernização dos Serviços Hidrológicos e Meteorológicos); e Níger (Projecto de Gestão de Risco de Desastres e de Desenvolvimento Urbano) e Burkina Faso (Projecto de Modernização dos Serviços Hidrológicos e Meteorológicos). Os parceiros do programa — o Banco Mundial, Organização Meteorológica Mundial (OMM), Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD), Agence Française de Développement (AFD), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Programa Alimentar Mundial—estão a apoiar vários países bem como centros climáticos regionais e/ou sub-regionais na modernização dos seus sistemas.

Esta colaboração é parte de uma missão global de modernizar de forma sustentável os serviços de hidrometeorologia, de alerta precoce e de resposta a emergências. Até à data, o Banco programou cerca de USD 900 milhões para projectos de hidrometeorologia activos e futuros. Estes investimentos traduzir-se-ão em serviços que salvam vidas e que protegem as pessoas, preservam os meios de subsistência e promovem a prosperidade em zonas críticas em matéria de clima e de desastres naturais.

Jerry Lengoasa, CEO do Serviço Meteorológico da África do Sul, disse que os cidadãos estão a beneficiar directamente dos serviços de hidrometeorologia.

“Os serviços Hydromet são essenciais para a vida de todos os dias”, referiu Lengoasa. “Estes serviços fornecem-nos dados, previsões e informações que nos permitem prepararmo-nos para os desastres e conceber eficazmente as nossas estratégias de resiliência climática de longo e curto prazo, o que é fundamental para alcançarmos os nossos objectivos de desenvolvimento”.

Uma série de organizações parceiras e de parceiros financiadores incluindo a Facilidade Mundial para a Redução de Catástrofes e a Reconstrução (GFDRR), o Fundo Mundial para a Protecção do Ambiente (GEF), os Fundos de Investimentos Climáticos (CIF), o Governo do Japão  e outros apoiam o Programa de Hidrometeorologia de África . Este apoio reforça directamente os sistemas de alerta e de resposta precoce e ajuda os países africanos a criarem resiliência contra as alterações climáticas e os riscos de catástrofes e a desenvolverem-se de forma sustentável.

Os esforços actuais centram-se na mobilização da acção global com vista a gerir a variabilidade e as alterações climáticas através dos serviços de hidrometeorologia. Globalmente, a Cimeira Um Planeta em Paris reflecte o compromisso mundial de combater as alterações climáticas e de investir na resiliência. A modernização dos Serviços de Hidrometeorologia, através do Programa de Hidrometeorologia de África, oferece uma oportunidade para um impacto real em África e no mundo inteiro, a fim de que as comunidades africanas possam prosperar e os países alcançar os seus objectivos de desenvolvimento sustentável, assente numa plataforma de resiliência climática.



Api
Api