Learn how the World Bank Group is helping countries with COVID-19 (coronavirus). Find Out

COMUNICADO À IMPRENSA 22 de Maio de 2020

Banco Mundial: META 2 para modernizar os setores de energia e mineral do Brasil

O programa promoverá a extração e o processamento sustentáveis de minerais e metais

WASHINGTON, 22 de maio de 2020 - O Conselho de Diretores do Banco Mundial aprovou hoje um empréstimo de US$ 38 milhões para o Projeto de Fortalecimento dos Setores de Energia e Mineral II (META 2). No programa, serão oferecidas às diversas instituições públicas brasileiras e agências setoriais atividades de assistência técnica que variam de estudos a treinamento, metodologias, bases de dados e equipamentos de TI.

Os setores de energia e mineral brasileiros estão entre os maiores entre os países em desenvolvimento e são essenciais para o crescimento do país. No entanto, eles ainda enfrentam desafios para desenvolver todo o seu potencial e promover a sustentabilidade ambiental e a inclusão social. O projeto permitirá a produção de energia mais confiável, a preços mais baixos e com benefícios econômicos de crescimento mais eficiente, resiliente e competitivo dos setores de energia e mineral.

“Os setores de energia e mineração estão entre os principais impulsionadores da economia brasileira, pois constituem a base para a sustentabilidade dos setores industrial e comercial, além de levarem à prestação de serviços que são essenciais para a qualidade de vida dos cidadãos. Este projeto é uma continuação da colaboração de longo prazo com o Banco Mundial. Essa nova fase promoverá mudanças para apoiar a extração e processamento sustentáveis de minerais e metais para atender às necessidades da cadeia de suprimentos global de insumos e novas tecnologias. Em energia, o trabalho conjunto possibilitará aumentar a eficiência e a resiliência dos mercados no Brasil.”, explica Bento Costa Lima Leite, Ministro de Mineração e Energia do Brasil”, disse Bento Costa Lima Leite, Ministro de Minas e Energia do Brasil.

No Brasil, os setores de energia, petróleo e gás, e mineração e processamento mineral representam aproximadamente 3, 13 e 4%, respectivamente, do Produto Interno Bruto (PIB) do país. No entanto, esses setores estão em diferentes estágios de desenvolvimento. O setor de energia é um dos mais sofisticados da América Latina, mas enfrenta uma série de desafios com relação à segurança do abastecimento, custo acessível e maior resiliência às mudanças climáticas. No setor de gás natural, o Brasil começou a adotar diversas medidas em um novo programa que visa estabelecer um mercado aberto, dinâmico e competitivo, com potencial significativo para aumentar a segurança energética e reduzir os custos de energia industrial, mas ainda precisa solucionar questões regulatórias e de governança. O setor mineral precisa se modernizar para alcançar práticas sustentáveis e uma nova estratégia apoiada na sustentabilidade.

“A primeira fase do Meta prestou assistência técnica para fortalecer a capacidade das principais instituições públicas de aumentar as contribuições do setor no sentido de reduzir o crescimento das emissões de carbono de forma sustentável ambiental e socialmente” , disse Paloma Anós Casero, Diretora do Banco Mundial para o Brasil. “Esta segunda etapa visa aumentar a eficiência, a adequação da infraestrutura no longo prazo e a resiliência climática nos dois setores, permitindo que cresçam de maneira mais eficiente e competitiva”.

Alguns dos resultados apoiados pelo projeto são:

  • Aumento da eficiência, adequação da infraestrutura no longo prazo e resiliência climática nos setores de energia e mineral
  • Fortalecimento das instituições de energia e mineral para estabelecer e implementar estratégias, políticas e regulamentação; e
  • Suporte à implementação, ao monitoramento e à avaliação, e ao compartilhamento e disseminação de conhecimento.

Este empréstimo com taxa fixa do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) ao Ministério de Minas e Energia tem garantia da República Federativa do Brasil e prazo final de amortização em 20 anos, com um período de carência de 19,5 anos.

 

Para mais informações, visite o site: https://www.bancomundial.org.br
Visite nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/bancomundialbr
Atualize-se pelo Twitter: https://www.twitter.com/bancomundialbr
O nosso canal no YouTube é: https://www.youtube.com/user/alcregion2010

 


COMUNICADO À IMPRENSA Nº 2020/203/LAC

Contactos

Brasília
Elisa Diniz
+55 (61) 3329-1059
elisadiniz@worldbank.org
Washington DC
Shane Romig
+1 (202) 458-4862
sromig@worldbank.org
Api
Api