COMUNICADO À IMPRENSA

Banco Mundial apoia Moçambique a melhorar acesso às estradas em todas as estações do ano através de uma maior manutenção, reabilitação e renovação

31 de Março de 2015


WASHINGTON, 31 de Março de 2015 – O Conselho de Administração do Banco Mundial aprovou hoje um financiamento adicional no valor de 73,6 milhões de dólares americanos em apoio a implementação da segunda fase do Programa de Manutenção e Gestão de Estradas e Pontes do Governo de Moçambique.

Dada à sua localização geográfica, Moçambique enfrenta vulnerabilidade contínua e crescente em relação a eventos climáticos extremos e inundações que causam perdas generalizadas e danos em infraestruturas. Este terceiro crédito de financiamento adicional ao Programa de Gestão e Manutenção de Estradas e Pontes, preenche um défice de financiamento para obras de reabilitação de estradas danificadas pelas cheias no sul da província de Gaza após sucessivas cheias na bacia rio Limpopo em 2013.

"Os danos causados à rede de estradas ​​por inundações recorrentes isola muitas comunidades rurais, impedindo-lhes o acesso a serviços básicos, mercados e transportes", disse Mark Lundell, Director do Banco Mundial para Moçambique, Madagáscar, Maurícias, Seychelles e Comores. "Estamos felizes em apoiar o Governo de Moçambique nos seus esforços de melhorar o acesso da população às estradas em todas as estações do ano através de uma maior manutenção, recuperação e modernização da rede de estradas classificadas."

A maioria das estradas da província de Gaza estão localizadas na zona baixa da bacia do rio Limpopo e são propensas a inundações. Mais de 70 por cento da rede rodoviaria da província, cerca de 2.200 quilômetros de estrada sofreu danos resultantes das cheias de 2013. O Governo de Moçambique estimou que a reabilitação da rede rodoviária custaria aproximadamente 183 milhões de dólares. Para atenuar a vulnerabilidade das pessoas afectadas pelas cheias, em Dezembro de 2013, O Banco Mundial providenciou um financiamento adicional para o programa com o equivalente a 70.15 milhões de dólares para financiar a reabilitação de estradas e fortalecer a sua resiliência face as cheias. As obras de reparação imediata de emergências foram concluidas em Dezembro de 2014. Este terceiro financiamento adicional de 76.3 milhões de dólares financia os esforços de recuperação das estradas planeadas na província de Gaza.

"Acreditamos que um melhor acesso ao mercado para produtos alimentares, as quais constituem uma parte substancial dos gastos domésticos das famílias pobres, acompanhado de menores custos de transporte resultante de estradas reabilitadas, são essenciais para ajudar a reduzir a pobreza até o nível da comunidade e contribuir para manter a inflação sob controle", disse Singh Kulwinder Rao, Especialista Sénior da área Rodoviária e Chefe da Equipe do Banco Mundial para o projecto.

O objectivo principal do programa é estimular o crescimento e contribuir para a redução da pobreza através da melhoria da infra-estrutura rodoviária, melhores políticas sectoriais, e uma melhor gestão do sector de estradas. Este projecto está alinhado com as prioridades do Governo de Moçambique para o sector de estradas, bem como a estratégia de redução da pobreza, e é consistente com a  Estratégia de Parceria do Banco Mundial para Moçambique.



Contatos com a mídia:
Em Washington
Aby Toure
tel : 202 473-8302
akonate@worldbank.org
Em Maputo
Rafael Saute
tel : 258 21482300
rsaute@worldbank.org


COMUNICADO À IMPRENSA Nº
2015/377/AFR

Api
Api