COMUNICADO À IMPRENSA

Água e saneamento para as comunidades isoladas da Amazônia

29 de setembro de 2014


WASHINGTON, 30 de setembro de 2014 – Um empréstimo de US$150 milhões para o Estado do Acre, aprovado pela Diretoria Executiva do Banco Mundial, beneficiará mais de 35 mil pessoas em situação de vulnerabilidade, entre as quais indígenas e comunidades da floresta, com água e saneamento sustentáveis, além de melhores serviços públicos básicos.

O novo financiamento destina-se à expansão do Programa de Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico Sustentável do Acre (ProAcre), que já beneficiou mais de 700 mil pessoas. Os recursos adicionais serão concentrados nos municípios isolados de Santa Rosa dos Purus, Marechal Thaumaturgo, Jordão e Porto Walter, na Floresta Amazônica.

“Desde o lançamento do ProAcre, em 2008, o estado melhorou de forma significativa o padrão de vida da população mais pobre nas áreas urbanas e rurais”, afirmou o governador Sebastião Viana. “Esta nova fase nos permitirá oferecer serviços básicos para um maior número de comunidades isoladas, além de ajudar os produtores rurais a participar das cadeias de comercialização sustentáveis e ampliar a inclusão social nas regiões do estado que são historicamente de difícil acesso”.

O Acre preserva 88% da sua cobertura de floresta original. No início dos anos 2000, o governo iniciou uma série de reformas com vistas a abrir caminho para um crescimento mais rápido e sustentável. No entanto, o estado continua a enfrentar importantes desafios de desenvolvimento. O PIB estadual per capita vem se mantendo 60% abaixo da média nacional e os indicadores de pobreza são maiores do que no restante do Brasil, com mais de 133 mil habitantes vivendo com até US$ 1 por dia.

“A inclusão social é essencial para ajudar as pessoas a sair da extrema pobreza, especialmente aquelas que vivem nas áreas remotas”, afirmou Deborah L. Wetzel, diretora do Banco Mundial para o Brasil. “Esta nova operação ajudará a consolidar o bem-sucedido modelo de desenvolvimento sustentável do Acre e a trazer serviços de educação, saúde, produção sustentável e infraestrutura para essas populações mais vulneráveis”.

O projeto leva em conta as ricas e diversificadas tradições culturais do estado para adaptar as suas ações de acordo com as características e necessidade de serviços de cada comunidade, por meio de um mecanismo participativo. Entre outras atividades, o novo financiamento

  • Apoiará a construção de instalações para tratamento de água e a implementação de 1.120 novas conexões de água encanada domiciliar em comunidades isoladas;
  • Ajudará a pavimentar estradas comunitárias e a construir rampas fluviais, com o objetivo de melhorar o acesso a serviços públicos por estradas e rios; e
  • Promoverá a adoção da gestão integrada dos resíduos sólidos, assim como a implementação de aterros sanitários sustentáveis.

Este empréstimo de US$150 milhões do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) para o Estado do Acre é garantido pelo governo brasileiro e tem duração de 25 anos, incluindo cinco anos de carência



Contatos com a mídia:
Em Brasília
Juliana Braga
tel : +55 61 3329-1099
jbraga@worldbank.org
Em Washington
Mauro Azeredo
tel : 202 458-0359
mazeredo@worldbank.org


COMUNICADO À IMPRENSA Nº
2015/133/LAC

Api