Skip to Main Navigation
COMUNICADO À IMPRENSA 18 de Dezembro de 2018

O Banco Mundial injecta USD 50 Milhões para Aumentar a Produtividade da Agricultura na África Austral

Angola e Lesoto juntam-se ao Malawi, Moçambique e Zâmbia

WASHINGTON, 18 de Dezembro de 2018 – Os esforços para melhorar a produtividade da agricultura na África Austral saíram reforçados com a aprovação hoje, pelo Conselho de Administração do Banco Mundial, de um projecto no valor de USD 50 milhões que visa aumentar a disponibilidade  de tecnologias agrícolas em Angola e no Lesoto. O projecto enquadra-se no âmbito do Programa em curso de Produtividade Agrícola para a África Austral (APPSA) financiado pelo Banco Mundial e que engloba outros países na região: Malawi, Moçambique e Zâmbia.

O enfoque do APPSA na tecnologia agrícola contempla a necessidade de melhorar a competitividade e a resiliência da agricultura africana, utilizando a integração regional como um mecanismo central para se alcançarem maiores taxas de crescimento e de redução da pobreza. Apesar de se ter registado um aumento da produtividade agrícola na África Austral, os rendimentos médios de Angola e do Lesoto estão abaixo da média regional. Portanto, este projeto deverá contribuir para reduzir esse fosso por meio de investimento adicional em disseminação e adaptação à tecnologia.

“Este projeto vai ajudar os investigadores, agricultores, extensionistas agrícolas, distribuidores de fatores de produção e utilizadores finais em Angola e no Lesoto a reforçarem os elos entre si e com os outros países participantes”, disse Mark Cackler, Gestor do Área d Práticas Agrícolas do Banco Mundial. Está em consonância com o objetivo duplo do Banco Mundial de reduzir a pobreza extrema e promover a prosperidade partilhada”.

A agricultura continua a ser a principal fonte de subsistência, de emprego e de rendimento para a maioria dos 330 milhões de pessoas vivem na região da África Austral. Contudo, apesar da fertilidade da terra e dos recursos hídricos da região, a produtividade do sector da agricultura não foi ainda plenamente explorada, o que tem prejudicado a transformação económica.

As actividades financiadas no âmbito do APPSA incluem: geração de tecnologia e actividades de disseminação de Investigação e Desenvolvimento Inovadores (R&D) associadas com grupos de produtos (commodity) ou temas de tecnologia visados pelos países participantes bem como o reforço do ambiente institucional propício para a adaptação à tecnologia nestes países. Estas actividades estão em linha com os programas e políticas regionais, incluindo a Política Agrícola Regional (RAP) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) e o Programa Integrado para o Desenvolvimento da Agricultura em África (CAADP) da União Africana (UA).

O financiamento de USD 50 milhões do Banco Mundial provém de USD 20 milhões da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA) e USD 25 milhões do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), destinando-se USD 5 milhões ao Centro de Coordenação da Agricultura na África Austral (CCARDESA) na qualidade de facilitador da parceria.


COMUNICADO À IMPRENSA Nº 2019/043/AFR

Contatos

Maseru
Elita Banda
266-2221-7000
ebanda@worldbank.org
Luanda
Wilson P. M. Piassa
244 923754729
wpiassa@worldbank.org
Api
Api