Learn how the World Bank Group is helping countries with COVID-19 (coronavirus). Find Out

REPORTAGEM

Nova ferramenta de planejamento baseada em dados ajuda as cidades a avançar a ação climática

22 de Setembro de 2016


World Bank Group

DESTAQUES DO ARTIGO
  • As cidades, responsáveis por 70% das emissões de gases de efeito estufa, frequentemente carecem de dados e ferramentas para elaborar planos abrangentes de ação climática.
  • O Banco Mundial e seus parceiros criaram a CURB, uma ferramenta de planejamento baseada em dados, para ajudar as cidades a identificarem mais facilmente e priorizarem formas econômicas e eficientes de reduzir as emissões de carbono e melhorar a vida urbana.
  • Até hoje, mais de 100 cidades no mundo inteiro estão utilizando ou planejam utilizar essa ferramenta gratuita para dar um passo adiante no sentido de um futuro de baixo carbono e sustentável.

WASHINGTON, D.C., 22 de setembro de 2016 – Tal como em muitas outras cidades grandes, Buenos Aires tinha um problema de congestionamento gigantesco. Apesar do sistema sofisticado de transporte público, os usuários costumavam passar horas no tráfego devido ao número elevado de veículos nas ruas. Isso afetava diretamente a vida dos motoristas, reduzia a eficiência da cidade e contribuía para aumentar as taxas de emissões de CO2.

Para enfrentar os desafios do clima e da eficiência, Buenos Aires adotou medidas como a criação do sistema de Transporte Rápido por Ônibus (BRT) e um programa de uso compartilhado de bicicletas. Embora a cidade tenha conseguido realizações monumentais nos últimos anos, ainda resta muito para reduzir a pegada de carbono e atingir as metas climáticas.

Buenos Aires não enfrenta sozinha essas questões. Segundo estimativas, as cidades são responsáveis por mais de 70% das emissões globais de gases causadores de efeito estufa (GHG). Nesse ínterim, a mudança do clima afeta desproporcionalmente as pessoas mais vulneráveis que vivem nas cidades, especialmente no mundo em desenvolvimento. No entanto, as tentativas de muitas cidades para enfrentar a mudança do clima são prejudicadas pela falta de dados abrangentes e escassez de soluções viáveis.

Uma ferramenta baseada em dados para informar a ação climática

Durante a Semana Climática de Nova York, realizada em setembro de 2016, o Banco Mundial, com o Grupo C40 de Cidades, Grupo de Prefeitos e outros parceiros, lançou uma ferramenta de planejamento chamada “CURB: Ação Climática para a Sustentabilidade Urbana”, que pode ajudar a abordar algumas dessas questões.

“A CURB oferece análises adaptadas que podem ajudar as autoridades urbanas a mais facilmente identificar, priorizar e planejar formas econômicas e eficientes para reduzir as emissões”, afirmou Stephen Hammer, gerente de Política Climática do Banco Mundial que dirigiu o desenvolvimento da CURB.

A CURB utiliza dados urbanos específicos para estimar o custo, viabilidade e impacto de uma série de ações climáticas em diferentes cenários. Por meio da CURB, as autoridades urbanas podem: 

  • Examinar um conjunto de opções inteligentes em matéria de clima, de sistemas de transporte mais eficientes a edifícios readaptados;
  • Definir que metas são realistas;
  • Simular mudanças tecnológicas e de política para avaliar o melhor curso de ação; e
  • Analisar finanças dos projetos, a fim de determinar poupanças e retornos do investimento.

Image

Clique aqui para ver um infográfico (em inglês) sobre a ferramenta CURB. 

Banco Mundial

Essas decisões inteligentes em matéria de investimento podem, por sua vez, ajudar as cidades a criar empregos, melhorar a subsistência e aumentar a resiliência a riscos climáticos, especialmente para as pessoas de baixa renda e vulneráveis.

Buenos Aires foi a primeira cidade da América Latina a testar a CURB, a qual está ajudando a cidade a avançar seu plano atual de ação climática com dados de alta qualidade e simulações de cenários. “Os gráficos de fácil utilização, projeções financeiras e outras características da CURB podem ajudar os planejadores urbanos a melhorar a comunicação e a coordenação no governo da cidade”, afirmou Inés Lockhart, assessora em sustentabilidade do governo municipal. “Essa ferramenta é perfeita para ajudar a cidade a analisar novas ações potenciais de uma forma mais eficiente.” 

Dados inexistentes? Isso não é problema

Uma das características mais notáveis da CURB são os dados substitutos: se a cidade carecer de dados ou de outra informação específica, permite aos funcionários utilizar dados de cidades ou países semelhantes no intuito de planejar enfoques direcionados. Por conseguinte, todas as cidades podem usar o potencial total das capacidades da CURB, independentemente do tamanho ou nível de renda. É uma das primeiras ferramentas desse tipo que podem ser aplicadas de forma abrangente em toda uma série de setores das cidades dos países em desenvolvimento e desenvolvidos.

“A disponibilidade de dados substitutos é especialmente importante nas cidades de baixa capacidade, permitindo-lhes tirar proveito de dados comparáveis já existentes em outros lugares”, afirmou Silpa Kaza, especialista urbano do Banco Mundial. “Trata-se de uma das muitas características do projeto que atendem à necessidade de tornar todos os aspectos da ferramenta prontamente acessíveis a seu público-alvo principal: funcionários do governo local.”

Além de Buenos Aires, mais de 100 cidades em âmbito mundial – incluindo Joanesburgo, Bangalore e Chennai – estão utilizando ou se comprometeram a utilizar a ferramenta CURB. As parcerias de cidades, tais como o Grupo de Prefeitos, preveem o uso dessa ferramenta em centenas de cidades. São essas parcerias, dotadas das principais redes urbanas, que distinguem a CURB em sua capacidade de ajudar as cidades no mundo inteiro a dar um passo mais no sentido de um futuro de baixo carbono e sustentável.

A CURB é um produto do trabalho da Força-Tarefa do Banco Mundial para Catalisar a Ação Climática, em parceria com o Grupo C40 de Liderança Climática das Cidades (C40), AECOM Consulting e Grupo de Prefeitos. Essa iniciativa acompanha o relatório de 2012 do Banco Mundial "Turn Down the Heat" (Reduzir o Calor), que adverte para os riscos de um mundo 4°C mais quente.

Para saber CURB, visite https://www.worldbank.org/curb (em inglês)



Api
Api