Image

Perspectivas Econômicas Globais

Mudança de rumo da maré?

Visão Geral

Perspectiva global

Previsões de junho de 2018

                      

O crescimento global deverá ficar em 3,1% em 2018 e diminuir ligeiramente em 2019-20. Faça o download desses dados em Excel. Os gráficos podem ser gerados através do site DataBank do Banco Mundial.

  2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
PIB real*            
Mundo 2.8 2.4 3.1 3.1 3.0 2.9
   Economias avançadas 2.3 1.7 2.3 2.2 2.0 1.7
       Estados Unidos 2.9 1.5 2.3 2.7 2.5 2.0
        Zona do Euro 2.1 1.8 2.4 2.1 1.7 1.5
        Japão 1.4 1.0 1.7 1.0 0.8 0.5
  Economias Emergentes e em Desenvolvimento (EMDEs)' 3.7 3.7 4.3 4.5 4.7 4.7
           EMDEs exportadores de commodities 0.5 0.8 1.8 2.5 3.0 3.0
           Outros EMDEs 6.1 5.9 6.2 5.8 5.8 5.7
              Outros EMDEs excluindo a China 5.2 4.9 5.3 5.1 5.1 5.1
      Leste Asiático e Pacífico 6.5 6.3 6.6 6.3 6.1 6.0
           China, República Popular da 6.9 6.7 6.9 6.5 6.3 6.2
           Indonésia 4.9 5.0 5.1 5.2 5.3 5.4
           Tailândia 3.0 3.3 3.9 4.1 3.8 3.8
      Europa e Ásia Central 1.1 1.7 4.0 3.2 3.1 3.0
          Rússia -2.5 -0.2 1.5 1.5 1.8 1.8
           Turquia 6.1 3.2 7.4 4.7 4.4 4.0
           Polônia 3.8 2.9 4.6 4.2 3.7 3.5
      América Latina e Caribe -0.4 -1.5 0.8 1.7 2.3 2.5
          Brasil -3.5 -3.5 1.0 2.4 2.5 2.4
           México 3.3 2.9 2.0 2.3 2.5 2.7
          Argentina 2.7 -1.8 2.9 1.7 1.8 2.8
      Oriente Médio e Norte da África 2.8 5.0 1.6 3.0 3.3 3.2
          Arábia Saudita 4.1 1.7 -0.7 1.8 2.1 2.3
           Irã -1.3 13.4 4.3 4.1 4.1 4.2
           Egito** 4.4 4.3 4.2 5.0 5.5 5.8
      Sul da Ásia 7.1 7.5 6.6 6.9 7.1 7.2
           Índia 8.2 7.1 6.7 7.3 7.5 7.5
           Paquistão** 4.1 4.6 5.4 5.8 5.0 5.4
           Bangladesh** 6.6 7.1 7.3 6.5 6.7 7.0
      África Subsaariana 3.1 1.5 2.6 3.1 3.5 3.7
           Nigéria 2.7 -1.6 0.8 2.1 2.2 2.4
           África do Sul 1.3 0.6 1.3 1.4 1.8 1.9
           Angola 3.0 0.0 1.2 1.7 2.2 2.4
Outros itens:            
   PIB real            
      Países de alta renda 2.3 1.7 2.2 2.2 2.0 1.8
      Países em desenvolvimento 3.7 3.8 4.6 4.7 4.8 4.8
         Países de baixa renda 4.9 4.8 5.5 5.7 5.9 6.3
      BRICS 4.0 4.4 5.3 5.4 5.4 5.4
      Mundo (PPC - 2010) 3.4 3.2 3.7 3.8 3.8 3.7
   Volume do comércio mundial 2.7 2.8 4.8 4.3 4.2 4.0
   Preços de commodities            
      Preços do petróleo -47.3 -15.6 23.3 32.6 -1.4 0.1
      Índice de preços das matérias-primas não energéticas -15.8 -2.6 5.5 5.1 0.2 0.5

Fonte: Banco Mundial. 

* E = estimativa; P = previsão. EMDE = economias dos mercados emergentes e em desenvolvimento. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

** Baseado no ano fiscal.

Previsões regionais

A previsão é que o crescimento econômico dos EMDEs atinja 4,5% em 2018, para logo se estabilizar em 4,7% em 2019 e 2020. A recuperação pós-crise em curso na maioria das regiões em desenvolvimento que têm um número considerável de exportadores de produtos básicos deverá continuar em curto prazo, mas atingirá seu auge quando os preços dos produtos básicos se estabilizarem. O crescimento sólido das regiões com um grande número de importadores de produtos básicos deverá continuar. Confira, a seguir, um olhar mais profundo sobre as perspectivas econômicas para cada região.

  • Image

    Leste Asiático e Pacífico

    Segundo as previsões, o crescimento na região deverá diminuir de 6,3% em 2018 para 6,1% em 2019, refletindo uma desaceleração na China parcialmente compensada por um aumento no restante da região. Segundo as previsões, o crescimento na China deverá diminuir de 6,5% em 2018 para 6,3% em 2019 à medida que o apoio às políticas diminuir e as políticas fiscais se tornarem menos adaptáveis. Excluindo a China, prevê-se que o crescimento na região deverá apresentar uma taxa moderada de 5,4% em 2018 a 5,3% em 2019 à medida que se afirmar a recuperação econômica cíclica. A economia da Indonésia deverá crescer 5,2% neste ano e 5,3% no próximo. O crescimento na Tailândia deverá acelerar a 4,1% em 2018 com uma redução levemente moderada de 3,8% em 2019. Para ambas as economias de exportação e importação de produtos básicos da região, as limitações de capacidade e pressões de preços deverão intensificar nos próximos dois anos, levando a uma política monetária mais restrita em um número crescente de países.
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    Leste Asiático e Pacífico 6.5 6.3 6.6 6.3 6.1 6.0
    Camboja 7.0 7.0 6.8 6.9 6.7 6.6
    China, República Popular da 6.9 6.7 6.9 6.5 6.3 6.2
    Fiji 3.6 0.4 3.8 3.5 3.4 3.3
    Filipinas 6.1 6.9 6.7 6.7 6.7 6.6
    Ilhas Salomão 3.7 3.5 3.2 3.0 2.9 2.8
    Indonésia 4.9 5.0 5.1 5.2 5.3 5.4
    Laos, República Democrática Popular do 7.3 7.0 6.7 6.6 6.9 6.9
    Malásia 5.0 4.2 5.9 5.4 5.1 4.8
    Mongólia 2.4 1.5 5.1 5.3 6.4 6.5
    Mianmar 7.0 5.9 6.4 6.7 6.9 7.1
    Papua-Nova Guiné 5.3 1.9 2.2 -1.7 4.0 3.0
    Tailândia 3.0 3.3 3.9 4.1 3.8 3.8
    Timor Leste 4.0 5.3 -1.8 2.2 4.2 4.0
    Vietnã 6.7 6.2 6.8 6.8 6.6 6.5

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Image

    Europa e Ásia Central

    O crescimento na região deverá diminuir de moderado a uma taxa levemente elevada e revisada de 3,2% em 2017 e diminuir a 3,1% em 2019 como recuperação modesta entre economias de importação de produtos básicos e apagada apenas parcialmente por uma redução do ritmo entre importadores Na Turquia o crescimento deverá sofrer uma retração para 4,5% em 2018 e a 4,0% em 2019 à medida que demoras na consolidação fiscal e na prorrogação do programa de apoio creditício atenuarem uma retração prevista após uma sólida recuperação no ano passado. Segundo as previsões, o crescimento na Rússia se manterá a uma taxa firme de 1,5% neste ano e acelerará a uma taxa de 1,8% no próximo ano à medida que os efeitos da elevação de preços do petróleo e a facilitação da política monetária forem compensados por cortes na produção do petróleo e pela incerteza a respeito das sanções econômicas.
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    Europa e Ásia Central 1.1 1.7 4.0 3.2 3.1 3.0
    Albânia 2.2 3.4 3.8 3.6 3.5 3.5
    Armênia 3.2 0.2 7.5 4.1 4.0 4.0
    Azerbaijão 1.1 -3.1 0.1 1.8 3.8 3.2
    Bielorrússia -3.8 -2.5 2.4 2.9 2.7 2.5
    Bósnia e Herzegovina 3.1 3.1 3.0 3.2 3.4 4.0
    Bulgária 3.6 3.9 3.6 3.8 3.6 3.6
    Cazaquistão 1.2 1.1 4.0 3.7 3.3 2.8
    Croácia 2.3 3.2 2.8 2.6 2.7 2.8
    Geórgia 2.9 2.8 5.0 4.5 4.8 5.0
    Hungria 3.1 2.0 4.0 4.1 3.2 3.0
    Kosovo 4.1 4.1 4.4 4.8 4.8 4.8
    Macedônia, Antiga República Iugoslava da 3.9 2.9 0.0 2.3 2.7 3.0
    Moldova, República -0.4 4.5 4.5 3.8 3.7 3.5
    Montenegro 3.4 2.9 4.4 2.8 2.5 2.1
    Polônia 3.8 2.9 4.6 4.2 3.7 3.5
    Quirguistão 3.9 4.3 4.6 4.2 4.8 5.0
    Romênia 3.9 4.8 7.0 5.1 4.5 4.1
    Rússia -2.5 -0.2 1.5 1.5 1.8 1.8
    Sérvia 0.8 2.8 1.9 3.0 3.5 4.0
    Tadjiquistão 6.0 6.9 7.1 6.1 6.0 6.0
    Turcomenistão 6.5 6.2 6.5 6.3 6.3 6.3
    Turquia 6.1 3.2 7.4 4.5 4.0 4.0
    Ucrânia -9.8 2.3 2.5 3.5 4.0 4.0
    Uzbequistão 7.9 7.8 5.3 5.0 5.1 5.5

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Image

    América Latina e Caribe

    Segundo as previsões, o crescimento da região deverá acelerar e atingir em sentido descendente 1,7% em 2018 e 2,3% em 2019, impulsionado pelo consumo privado e pelo investimento. A recuperação cíclica em andamento no Brasil deverá continuar, com previsão de crescimento acima de 2% este ano e em 2019. No México o crescimento deverá reforçar-se moderadamente a 2,3% em 2018 e a 2,5% em 2019 à medida que o investimento aumentar. O crescimento na Argentina deverá diminuir para 1,7% neste ano à medida que o arroxo monetário e fiscal e os efeitos da seca enfraquecerem a confiança no crescimento e deverão permanecer modestos no próximo ano a 1,8%. Na América Central o aumento do número de exportadores agrícolas deverá acelerar em 2018 e 2019, ao passo que o aumento do número de importadores de produtos básicos dessa sub-região deverá estabilizar-se ou diminuir de ritmo. Segundo as previsões, as economias do Caribe deverão sentir em 2018 um impulso ao crescimento em comparação com a reconstrução pós-furacões, turismo e preços razoáveis de produtos básicos.
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    América Latina e Caribe -0.4 -1.5 0.8 1.7 2.3 2.5
    Argentina 2.7 -1.8 2.9 1.7 1.8 2.8
    Belize 3.8 -0.5 1.2 2.0 1.9 1.7
    Bolívia 4.9 4.3 4.2 3.9 3.6 3.4
    Brasil -3.5 -3.5 1.0 2.4 2.5 2.4
    Chile 2.3 1.3 1.5 3.3 3.4 3.5
    Colômbia 3.0 2.0 1.8 2.7 3.3 3.6
    Costa Rica 3.6 4.2 3.2 3.4 3.6 3.6
    Equador 0.1 -1.6 3.0 2.2 1.5 0.9
    El Salvador 2.4 2.6 2.3 2.3 2.2 2.2
    Granada 6.4 3.7 4.5 3.3 2.8 2.8
    Guatemala 4.1 3.1 2.8 3.1 3.3 3.3
    Guiana, RC 3.1 3.4 2.1 3.8 3.8 29.0
    Haiti 1.2 1.5 1.2 1.8 2.4 2.4
    Honduras 3.8 3.8 4.8 3.5 3.6 3.8
    Jamaica 0.9 1.4 0.5 1.7 1.9 2.0
    México 3.3 2.9 2.0 2.3 2.5 2.7
    Nicarágua 4.8 4.7 4.9 4.7 4.5 4.4
    Panamá 5.6 5.0 5.4 5.6 5.6 5.6
    Paraguai 3.0 4.0 4.3 4.3 4.2 4.2
    Peru 3.3 4.0 2.5 3.5 3.8 3.8
    República Dominicana 7.0 6.6 4.6 5.0 4.7 4.6
    Santa Lúcia 2.0 0.9 2.1 2.8 2.3 2.3
    São Vicente e Granadinas 1.4 1.9 1.0 2.1 2.5 2.7
    Suriname -2.6 -5.1 0.1 1.1 1.7 2.1
    Trinidad e Tobago 1.5 -6.0 -2.3 1.6 1.9 1.2
    Uruguai 0.4 1.7 2.7 3.3 3.1 2.9
    Venezuela -6.0 -16.5 -14.5 -14.3 -7.0 -4.0

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Image

    Oriente Médio e Norte da África

    O crescimento nesta região deverá fortalecer-se a 3% em 2018 e a 3,3% em 2019, em grande parte à medida que os exportadores de petróleo se recuperarem do colapso no preço do petróleo. O crescimento entre os membros do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) deverá aumentar a 2,1% em 2018 e a 2,7% em 2019, apoiado por um investimento fixo mais elevado. Segundo as previsões, a Arábia Saudita deverá expandir-se a 1,8% neste ano e a 2,1% no próximo ano. O Irã deverá crescer a 4,1% em 2018 e na mesma percentagem em 2019. Segundo as previsões, as economias importadoras experimentarão crescimento mais sólido à medida que a confiança das empresas e dos consumidores receber um impulso das reformas do clima de negócios e melhoria da demanda externa. O Egito deverá crescer a 5% no ano fiscal de 2017-18 (1º de julho de 2017–30 de junho de 2018) e a 5,5% no ano fiscal seguinte.
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    Oriente Médio e Norte da África 2.8 5.0 1.6 3.0 3.3 3.2
    Argélia 3.7 3.3 1.6 3.5 2.0 1.3
    Barém 2.9 3.2 3.9 1.7 2.1 2.1
    Djibouti 6.5 6.5 7.0 6.5 6.4 6.3
    Egito   4.3 4.2 4.6 5.3 5.7 5.8
      Egito, baseado no ano fiscal 4.4 4.3 4.2 5.0 5.5 5.8
    Arábia Saudita 4.1 1.7 -0.7 1.8 2.1 2.3
    Catar 3.6 2.2 1.6 2.8 3.2 2.8
    Cisjordânia e Faixa de Gaza 3.4 4.7 3.1 2.5 2.3 2.3
    Emirados Árabes Unidos 3.8 3.0 2.0 2.5 3.2 3.3
    Irã -1.3 13.4 4.3 4.1 4.1 4.2
    Iraque 4.8 11.0 -0.8 2.5 4.1 1.9
    Jordânia 2.4 2.0 2.1 2.2 2.4 2.4
    Kuwait 0.6 3.5 -2.9 1.9 3.5 3.0
    Líbano 0.8 2.0 2.0 2.0 2.0 2.0
    Marrocos 4.5 1.2 4.0 3.0 3.5 3.7
    Omã 4.7 5.4 0.7 2.3 2.5 2.9
    Tunísia 1.0 1.2 1.9 2.4 2.9 3.4

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Image

    Sul da Ásia

    O crescimento nesta região deverá fortalecer-se a 6.9% em 2018 e a 7,1% em 2019, em grande parte à medida que se dissiparem os fatores que retêm o crescimento na Índia. Segundo as projeções, a Índia deverá avançar a 7,3% no ano fiscal de 2018 (1º de abril de 2018-31 de março de 2019) e a 7.5% no ano fiscal de 2019-2020, refletindo um consumo privado robusto e um fortalecimento do investimento. O Paquistão deverá expandir-se a 5% no ano fiscal de 2018/19 (1º de julho de 2018-30 de junho de 2019), refletindo políticas mais rígidas para melhorar a estabilidade macroeconômica. Bangladesh deverá acelerar a 6,7% no ano fiscal de 2018-19 (1º de julho de 2018-30 de junho de 2019).
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    Sul da Ásia 7.1 7.5 6.6 6.9 7.1 7.2
    Baseado no ano do calendário            
    Afeganistão 1.3 2.4 2.6 2.2 2.5 3.3
    Maldivas, República das 2.2 6.2 6.2 5.5 4.5 4.9
    Sri Lanka 5.0 4.5 3.1 4.8 4.5 4.5
    Baseado no ano fiscal 15/16 16/17 17/18e 18/19f 19/20f 20/21f
    Bangladesh 7.1 7.3 6.5 6.7 7.0 7.0
    Butão 7.3 7.4 5.8 5.4 6.0 8.7
    Índia 8.2 7.1 6.7 7.3 7.5 7.5
    Nepal 0.6 7.9 6.3 4.5 4.2 4.2
    Paquistão (fator de custo) 4.6 5.4 5.8 5.0 5.4 5.4

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Image

    África Subsaariana

    Segundo as projeções, o crescimento na região deverá manter-se a 3,1% em 2018 e a 3,14 em 2019, abaixo da média no longo prazo. Segundo as previsões, a Nigéria deverá crescer a 2,1% neste ano à medida que o crescimento do setor não petrolífero permanecer modesto devido ao baixo investimento e a um ritmo de 2,2% no próximo ano. Angola deverá crescer a 1,7% em 2018 e a 2,2% em 2019, refletindo uma maior disponibilidade do câmbio devida a preços mais elevados do petróleo, aumento do preço do gás natural e melhor sentimento empresarial. A África do Sul deverá expandir-se a 1,4% em 2018 e a 1,8% em 2019, à medida que um aumento dos negócios e da confiança do consumidor apoiar um crescimento mais sólido do investimento e das despesas do consumo. O aumento da produção da mineração e de metais estáveis deverão impulsionar a atividade dos exportadores de metais. O crescimento nos países sem uso intensivo de recursos deverá permanecer robusto, apoiado por melhores condições agrícolas e maior investimento na infraestrutura.
      2015 2016 2017e 2018p 2019p 2020p
    África Subsaariana 3.1 1.5 2.6 3.1 3.5 3.7
    África do Sul 1.3 0.6 1.3 1.4 1.8 1.9
    Angola 3.0 0.0 1.2 1.7 2.2 2.4
    Benin 2.1 4.0 5.6 6.0 6.1 6.3
    Botsuana -1.7 4.3 1.8 3.0 3.3 3.8
    Burkina Faso 3.9 5.9 6.4 6.0 6.0 6.0
    Burundi -3.9 -0.6 0.5 1.9 2.3 2.5
    Cabo Verde 1.0 3.8 4.0 4.2 4.0 4.0
    Camarões 5.7 4.5 3.2 3.9 4.1 4.3
    Chade 2.8 -6.3 -3.0 2.6 2.5 5.8
    Comores 1.0 2.4 2.5 2.9 3.0 3.0
    Congo, República Democrática do 6.9 2.4 3.4 3.8 4.1 4.4
    Congo, República do 2.6 -2.8 -4.6 0.7 4.6 -1.2
    Costa do Marfim 8.8 8.3 7.8 7.4 7.2 7.2
    Guiné Equatorial -9.1 -9.0 -2.7 -6.4 -7.0 -0.5
    Etiópia 10.4 7.6 10.3 9.6 9.7 9.9
    Gabão 3.9 2.1 0.6 2.6 3.7 3.9
    Gâmbia 4.3 2.2 3.5 5.4 5.2 4.9
    Gana 3.8 3.7 7.8 6.9 6.7 5.4
    Guiné 3.8 10.5 8.2 6.0 5.9 6.0
    Guiné-Bissau 6.1 5.8 5.7 5.1 5.2 5.4
    Ilhas Maurício 3.5 3.8 3.9 4.0 4.1 3.8
    Lesoto 5.6 2.3 3.1 1.8 2.6 2.8
    Libéria 0.0 -1.6 2.5 3.2 4.7 4.8
    Madagascar 3.1 4.2 4.1 5.1 5.6 5.3
    Malauí 2.8 2.5 4.0 3.7 4.1 4.9
    Mali, República do 6.0 5.8 5.3 5.0 4.7 4.7
    Mauritânia 1.4 2.0 3.5 3.6 4.6 5.2
    Moçambique 6.6 3.8 3.7 3.3 3.4 3.6
    Namíbia 6.0 1.1 -1.0 1.5 2.3 3.0
    Níger 4.0 5.0 5.2 5.3 5.4 5.8
    Nigéria 2.7 -1.6 0.8 2.1 2.2 2.4
    Quênia 5.7 5.9 4.9 5.5 5.9 6.1
    Ruanda 8.8 6.0 6.1 6.8 7.1 7.5
    Senegal 6.5 6.7 6.8 6.8 6.8 7.0
    Seichelles, República das 3.5 4.5 4.2 4.0 3.8 3.5
    Serra Leoa -20.5 6.3 4.3 5.1 5.7 6.5
    Sudão 4.9 4.7 4.3 2.6 3.1 3.5
    Suazilândia 0.4 1.4 1.9 1.1 1.7 1.8
    Tanzânia 7.0 7.0 6.4 6.6 6.8 7.0
    Togo 5.3 5.0 4.4 4.8 5.0 5.0
    Uganda 5.2 4.7 4.0 5.5 6.0 6.5
    Zâmbia 2.9 3.8 3.9 4.1 4.5 4.8
    Zimbábue 1.7 0.6 3.4 2.7 3.8 4.0

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são frequentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

Back to Top