COMUNICADO À IMPRENSA

Declaração do Banco Mundial sobre o seu Vice-Presidente para África

17 de janeiro de 2012

O Banco Mundial anunciou hoje a nomeação de Makhtar Diop, do Senegal, como novo Vice-Presidente para África. Sucede a Obiageli “Obi” Ezekwesili que retornará à Nigéria no início de Maio após actuar como Vice-Presidente para a região desde 2007.
 
Diop, actualmente Director Nacional para o Brasil em representação do Banco Mundial desde 2009, assumirá o seu novo cargo em 6 de Maio.  Ex-Ministro das Finanças do Senegal e Presidente da União Económica e Monetária da África Ocidental (WAEMU), Diop começou a trabalhar no Banco Mundial em 2001 e exerceu vários cargos de alto nível, tais como Director Nacional para o Quénia, Eritreia e Somália em representação do Banco Mundial e como Director de Estratégia e Operações do Banco Mundial para a Região da América Latina e Caribe.
 
Ao elogiar Ezekwesili por “cinco anos de serviço importante e bem-sucedido ao Banco Mundial e África”, Robert B. Zoellick, Presidente do Grupo Banco Mundial, disse que ela retornará à Nigéria no início de Maio.
 
"Sob a liderança de Oby a nossa equipa para África empregou inovação, conhecimentos, parceria e serviços financeiros para reforçar os resultados em toda a região de África e para melhorar as perspectivas de desempenho económico de África. A especial atenção por ela dispensada às necessidades dos nossos clientes, colaboração com líderes africanos e instituições regionais, bem como com a ONU e outros parceiros, ajudaram-nos a alavancar a nossa eficácia em toda a região de África.  Oby realizou trabalho excelente na mobilização da participação do sector privado e melhor vinculação do desenvolvimento de África com o doutras regiões, especialmente por meio das parcerias Sul-Sul”, afirmou Zoellick.
 
O Presidente do Banco Mundial afirmou que Ezekwesili foi um defensor incansável da transparência e contra a corrupção; apoiou fortemente a necessidade de maior responsabilização e participação da sociedade civil; e promoveu abordagens inovadoras à integração regional.
 
"Desejamos a Oby todo êxito nos seus futuros empreendimentos e no trabalho com a sociedade civil, no qual ela ajudará a reforçar a capacidade do sector público e trabalhará especialmente com jovens e mulheres.  Quero expressar o meu especial apreço pelo seu empenho e serviço dedicado, incluindo os anos passados longe da família”, disse Zoellick.

COMUNICADO À IMPRENSA Nº